Tempo para sair do Paraguai diminui para 20 minutos em Foz do Iguaçu

Até sexta-feira da semana passada, a demora para voltar ao Brasil passava de duas horas.

A fila para entrar e sair do Paraguai continua a mesma, a diferença é que agora ficou mais fácil sair dos país vizinho com a presença dos policiais camineiros, os rodoviários do Paraguai na região da Ponte da Amizade.

Até sexta-feira da semana passada, a demora para voltar ao Brasil passava de duas horas ou tinha um custo alto, com pagamento de propina aos guardas municipais, que cuidavam do trânsito por aqui.

Agora a espera é de no máximo 20 minutos, um alívio para os brasileiros que atravessam a fronteira todos os dias.

Até mesmo os paraguaios gostaram da mudança. Esta auxiliar de serviços que trabalha no Brasil diz que era muito difícil a situação. Eram horas de espera, hoje foram apenas 10 minutos.

A ordem para a polícia camineira assumir o trânsito na região da ponte veio do Governo do Paraguai, tudo para combater as irregularidades praticadas pelos policiais municipais, como a cobrança para liberar a passagem.

O pagamento de propina para sair do Paraguai há muito tempo vinha sendo denunciado mesmo assim, os policiais municipais que faziam a cobrança nunca foram punidos.

Alguns policiais municipais ainda continuam sendo vistos na região da fronteira, mas eles não podem mais coordenar o trânsito.

Fonte: CATVE

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esconder