Campeã olímpica confirma favoritismo e vence a São Silvestre com recorde

A mineira Tatiele de Carvalho foi a melhor brasileira na prova feminina da 92ª Corrida Internacional de São Silvestre, ao chegar em sétimo lugar.

A prova feminina da 92ª Corrida Internacional de São Silvestre não reservou surpresas em seu resultado final.

Como previsto, a queniana Jemima Sumgong, tida como uma das favoritas para ser a vencedora da mais popular prova de corrida de rua do país, foi a vencedora da edição de 2016.

O que acabou surpreendendo foi a facilidade com que a atleta triunfou.

Extremamente dominante, Sumgong esteve na ponta logo que a competição começou, mas só no início foi acompanhada de perto: conseguiu abrir uma grande margem a partir da metade do percurso e se distanciou das concorrentes.

No final, já não se via a segunda colocada perto da queniana, que ainda contabilizou tempo recorde da São Silvestre: 48 minutos e 35 segundos.

A mineira Tatiele de Carvalho foi a melhor brasileira na prova feminina da 92ª Corrida Internacional de São Silvestre, ao chegar em sétimo lugar.

Fonte: Rádio Educadora

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esconder