Corinthians volta a vencer e amplia série negativa do Internacional no brasileirão

Resultado deixou o Corinthians com 33 pontos ganhos.

Os dois empates por 1 a 1 em Itaquera, com São Paulo e Figueirense, o Corinthians voltou a vencer e ainda assumiu provisoriamente a liderança do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, a equipe comandada por Cristóvão Borges contou com um gol do volante Elias, de volta ao time titular, para fazer 1 a 0 sobre o Internacional no Beira-Rio.

O resultado deixou o Corinthians com 33 pontos ganhos, um de vantagem sobre o rival Palmeiras, que visitará o Botafogo ainda neste domingo e poderá recuperar a primeira colocação. Já o Inter aumentou a sua série negativa para nove jogos sem vitória e permaneceu com 21 pontos.

Corinthians e Internacional voltarão a campo no meio de semana. Na quarta-feira, a equipe paulista jogará novamente longe de casa diante do Atlético-PR, na Arena da Baixada. A gaúcha tentará se reabilitar no dia seguinte, contra o Cruzeiro, no Beira-Rio.

O jogo ? Iniciando uma série de jogos longe de Itaquera, já que cedeu o seu estádio para o torneio de futebol dos Jogos Olímpicos, o Corinthians não se intimidou na casa do Internacional. Ao contrário. Com mais mobilidade ofensiva, como queria Cristóvão Borges, a equipe visitante não demorou a incomodar Marcelo Lomba.

Para colaborar, o goleiro do Internacional estava atrapalhado. Lomba foi enganado pela curva da bola em um lançamento e saiu mal do gol no início da partida, por exemplo, e acabou salvo porque Marquinhos Gabriel finalizou para fora. Mais tarde, furou o chute em um recuo de Fabinho.

Em mais uma tarde de pouca inspiração também no ataque, o Inter se conformava com os contra-ataques puxados por Valdívia para reagir emocionalmente no campeonato a partir do confronto com o Corinthians. Era pouco, contudo, para fazer o goleiro Cássio suar a camisa.

Aos 18 minutos, o Inter ainda sofreu uma baixa. Anselmo lesionou a coxa direita e precisou ser substituído pelo jovem Jair. No Corinthians, as mudanças eram apenas de posicionamento, com Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel se revezando pelos lados do campo e Romero com bastante liberdade para criar.

Aos 26, o atacante paraguaio do Corinthians fez boa jogada pela direita e cruzou para André, que, destoando tecnicamente dos seus companheiros, não conseguiu concluir. Pouco depois, o mesmo centroavante cabeceou para fora, sem marcação, depois de um levantamento da esquerda de Marquinhos Gabriel.

O Corinthians abriu o placar aos 41 minutos. Uendel cobrou lateral para André, que ajeitou a bola para Romero. O paraguaio fez boa tabela com Giovanni Augusto dentro da área e rolou para Elias, revivendo os seus melhores dias de homem-surpresa, bater no canto.

Em desvantagem no marcador, Falcão não hesitou em gastar as suas alterações restantes no intervalo. E mandou o Inter ao ataque com o estreante uruguaio Nico López e Eduardo Sasha nas vagas de Valdívia e Vitinho. Deu resultado.

O Inter precisou de pouco tempo para começar a acuar um assustado Corinthians e reanimar a sua torcida, que havia vaiado o time ao final do primeiro tempo. Logo no minuto inicial do segundo, Ariel ficou com a bola depois de um vacilo de Balbuena e só não marcou o gol porque foi bloqueado por Cássio.

Após suportar a pressão durante cerca de dez minutos, o Corinthians se reencontrou e quis tirar proveito do ímpeto adversário para buscar o segundo gol. Cristóvão tentou colaborar com a entrada do veterano Danilo no lugar de Giovanni Augusto. Depois, trocou André, machucado, por Luciano.

Se não aumentou o volume de jogo do Corinthians, que errava muitos passes, ao menos Cristóvão conseguiu esfriar os ânimos do Inter. Aos 29, o técnico entrou em ação novamente, sacando o desgastado Elias e colocando Rodriguinho em campo.

Nos minutos finais de partida, o Inter se lançou desesperadamente ao ataque. O Corinthians investiu nos contragolpes e não ampliou o placar porque Luciano concluía mal, como tem feito no decorrer de toda a temporada, e Romero estava hesitante. A vitória por 1 a 0, contudo, já satisfazia Cristóvão, os seus comandados e a torcida visitante.

Foto: Vinicius Costa/Futura Press.

Fonte: Terra/Gazeta Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esconder