Envolvido em sequestro de pecuaristas tem prisão preventiva decretada

O Juiz entendeu que se faz necessária a prisão preventiva para garantir a ordem pública.

O Ministério Público pediu e o juiz acatou o pedido da conversão de prisão flagrante em prisão preventiva de um dos envolvidos no sequestro dos três pecuaristas de Douradina -Noroeste do Paraná.

O processo corre na 2ª Vara Criminal de Cascavel. O Juiz entendeu que se faz necessária a prisão preventiva para garantir a ordem pública, devido à gravidade do fato ocorrido. O homem de 23 anos teve o mandado de prisão expedido. A decisão saiu na quinta-feira (14).

O preso relacionado a cima juntamente com pelo menos outras seis pessoas participaram do sequestro de três pecuaristas durante esta semana em Cascavel.

As vítimas do sequestro caíram no Golpe do “Chute”, quando pessoas são atraídas para uma negociação comercial, mas quando chegam no local são assaltadas ou sequestradas.

Durante o sequestro, a negociação inicial com a família das vítimas foi exigido o valor de R$150 mil para o resgate. As vítimas ficaram em um cativeiro na região do Bairro Lago Azul, elas não chegaram a ser agredidas, mas foram mantidas amarradas e sentadas. Os pecuaristas foram encontrados após os sequestradores abandonarem o cativeiro e desistirem da negociação.

Uma caminhonete Hilux foi levada no golpe, ela ainda não foi recuperada. Os veículos utilizados pelos assaltantes foram apreendidos.

As investigações continuam a fim de encontrar os outros envolvidos no crime, ao menos três continuam foragidas.

Fonte: CATVE

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esconder